Venha participar do nosso evento.

Evento gratuito!

Blog

Uma escola que pratica meditação há 20 anos!

Engana-se quem pensa que os treinamentos oferecidos pela MindKids são procurados apenas por profissionais e instituições que ainda não meditam. A Ananda – Escola e Centro de Estudos, em Salvador (BA), realiza práticas de meditação com seus professores e alunos há mais de 20 anos e, recentemente, trouxe a MindKids para treinar os educadores que ali trabalham. 

Na Ananda, a prática acontecia durante meia hora todos os dias, com alunos de todas as idades, por meio de atividades específicas para cada faixa etária. As práticas incluíam desde a colocação de bonecos sobre a barriga dos menores até meditações guiadas e com música clássica.

Mas, se a prática já era uma realidade na escola, por que chamar a MindKids? “A MindKids nos ajudou a revermos algumas questões metodológicas neste processo, incluindo ferramentas que não usávamos anteriormente. Os resultados estão sendo bastante significativos”, esclarece Carina Viana Sales, diretora da escola. 

Mudanças depois da MindKids

Ela explica que cada criança e adolescente lida de maneira diferente com os desafios da vida: ansiedade antes do período de avaliações, formas de lidar com conflitos e de resolvê-los, por exemplo. “Aqueles que meditam são facilmente levados a acharem a resolução do problema criado por eles mesmos. Grande relevância também é a capacidade de não ruminar sensações negativas, tentando as compreender, deixando-as esvair. Enfim, notamos inclusive, que a capacidade intelectiva e de memória são mais acentuadas naqueles que praticam a meditação”, afirma.

Depois do treinamento com a MindKids, a escola adotou o sino “pin”. “Com o seu som tranquilizante, o pin é um objeto que agrada todos os meus educandos, trazendo boas energias, favorecendo o silêncio da mente e dando atenção às batidas do coração e respiração. A turma diz acalmar a mente e o corpo”, explica Emilly Pinto Souza, educadora do segundo ano do Ensino Fundamental I, que dá aulas para crianças de 8 anos. 

Outra mudança foi a inclusão de técnicas como a dos 3Rs (reconhecer a distração, relaxar e retornar a atenção ao objeto de foco), escaneamento corporal e atenção plena ao corpo. A atenção plena à respiração também prepara os alunos para aprenderem coisas novas, pontua Emilly, que percebe os educandos mais conscientes de sua própria respiração, com melhora no foco e na conexão entre corpo e mente. 

Mas, o benefício não foi só dos alunos. Toda a comunidade escolar foi impactada. “Já recebemos vários retornos dos alunos e familiares após a inserção de algumas técnicas e ferramentas sugeridas e observadas nos vídeos e módulos de formação da MindKids, com depoimentos variados e registrados por suas respectivas Coordenações”, comemora Carina.

Ela diz que ter o suporte da MindKids foi fundamental.  “Ao receber os alunos, resultado desse novo normal (fruto de dois anos de imersão em seus lares), houve maior necessidade de trabalhar inserção social, empatia, inteligência emocional, paciência nas respostas entre o estímulo e o retorno a elas, compaixão, ou seja, características já existentes neles e que não estavam tão presentes após retorno”. Muitos, explica, voltaram à escola rejeitando a meditação, com dificuldade em buscar e encontrar um centro. “Quando conheci a MindKids, me encantei com tudo que li e vi e resolvi abrir esse espaço para nossas educadoras e coordenadoras experimentarem esse conhecimento, de modo a acrescentar o nosso e melhorar o processo em nossas crianças e adolescentes”, conclui.

“A MindKids ajudou a perceber que cada um tem o seu jeito de praticar e que posso acolher a todos, sem julgar. Iniciei a prática meditativa explicando a meus educandos que íamos fazer algo lúdico, divertido e interessante.  Eles ficaram curiosos e bem animados”, afirma Emilly.

“Trazer a meditação para a sala de aula é um processo que envolve o educador, sua prática e a adesão dos educandos. A prática da meditação sob as orientações do curso MindKids trouxe vários benefícios para minha sala de aula. A prática ajudou a fortalecer a habilidade de sustentar a atenção por mais tempo, a lidar com as emoções e a manter o equilíbrio emocional. Observei meus educandos mais calmos e concentrados. Percebo que quando o estudante está bem, calmo, tranquilo, fica mais receptivo para aprender.  Além disso, teve efeitos na área da empatia”, finaliza Emilly.

E o trabalho ainda não terminou. Quem ainda não fez, vai fazer a formação da MindKids e a escola vai investir em colchonetes para que cada aluno possa escolher a posição que prefere para realizar sua prática. Além disso será criado um Núcleo de estudo e pesquisa sobre o assunto. 

Daniela Degani, fundadora da MindKids, pontua que não poderia estar mais feliz com a parceria: “Ananda é uma instituição que admiro! 20 anos trazendo a meditação para o ambiente educacional é muita experiência, fico feliz em poder contribuir com novas ideias. Certamente aprendo também.”

Como quem trabalha com educação já sabe, mesmo depois de vinte anos de prática de meditação, ainda há muito o que aprender e a realizar. Afinal, como diz a canção, “tudo muda, o tempo todo, no mundo”. E cabe um mundo inteiro dentro de nós!

Procurando por algo?

ÚLTIMAS POSTAGENS

Gostaria de adotar essa prática em sua escola?
Veja aqui como a MindKids pode te apoiar!