fbpx

Com a iniciativa, Peterson Salomão é um dos 350 classificados para a próxima etapa da premiação que busca valorizar boas práticas em escolas públicas e privadas de todo o País.

 

 

São Paulo – Peterson Salomão é coordenador pedagógico da EMEIEF Prof. Otton Fernandes Barbosa, escola da rede municipal da cidade de Cachoeira Paulista, interior de São Paulo, e desde agosto de 2019 deu início ao projeto “Meditação na escola”, com o objetivo de levar aos alunos a prática da meditação mindfulness. Para dar vida à iniciativa, ele passou por capacitações realizadas pela MindKids, que treinam coordenadores, professores e docentes em técnicas da meditação para o ambiente escolar.

 Realizado semanalmente como atividade extracurricular não obrigatória, o projeto contou com grande adesão dos alunos, motivados principalmente pela curiosidade. Dentro de poucas semanas, a novidade resultou em mudanças significativas no comportamento dos jovens e crianças, como melhoria na autoestima, maior autonomia e relacionamentos mais saudáveis.

 “Percebo que esse é um dos caminhos que a educação deve tomar. Precisamos formar pessoas mais inteiras, emocionalmente saudáveis e mais amorosas consigo mesmas, com os outros e com o planeta”, afirmou Peterson Salomão.

 Em pesquisa realizada no final do ano letivo de 2019, os alunos do colégio relataram que a meditação ajudou-os a se acalmarem, relaxarem e se concentrarem mais nos estudos. Outros afirmaram que a prática os ajudou a dormir melhor, a terem mais autoconhecimento e a serem mais gentis.

 Foi por acompanhar de perto todas essas transformações, que o coordenador pedagógico resolveu participar do I Prêmio Professor Transformador, desenvolvido pela BASE2EDU, em parceria com a Bett Brasil Educar.

 “Meu objetivo é divulgar o trabalho que estamos desenvolvendo e apresentar a meditação mindfulness como uma proposta possível, transformadora, de baixo custo, acessível a todas as escolas e em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no desenvolvimento das competências socioemocionais dos alunos e alunas”, concluiu.

 Os 12 finalistas do I Prêmio Professor Transformador serão selecionados dentre os 350 projetos que passaram pela fase de análise pedagógica. O resultado será divulgado no final do mês de março e a cerimônia de premiação ocorrerá durante a Bett Educar 2020, que será realizada de 12 a 15 de maio, em São Paulo (SP).