Blog

10 atividades para aumentar a concentração dos alunos no ambiente virtual

Você provavelmente já notou que, quando uma criança está brincando, ela “esquece” do mundo ao redor, tão concentrada fica naquela atividade lúdica. Entretanto, muitas vezes, esse poder de concentração não é notado no ambiente escolar – e, em tempos de aulas virtuais, o problema se agrava ainda mais. A esta altura, depois de quase um ano depois da deflagração da pandemia do novo coronavírus, é “chover no molhado” dizer que o ambiente virtual cansa, que dissipa nossa energia, que exige de nós mais que o ambiente presencial. E, se isso acontece com os adultos, imagine o impacto nas crianças, que não têm entendimento total da complexidade das situações nem sabem, sempre, expressar suas angústias?

Por isso, no ambiente virtual, o desafio de manter (e aumentar) a concentração das crianças é ainda maior. E tanto os pais quanto os professores podem se engajar nessa tarefa, pois essa é uma causa que merece o apoio de todos. Uma forma de ajudar seus filhos a se concentrarem mais nas aulas virtuais é estabelecer uma rotina segura e confortável para eles.

O papel dos pais

Depois de uma boa noite de sono, acordar com antecedência, tomar um bom café da manhã e um banho ajudam nesse momento do dia. Se a aula for à tarde, fazer uma atividade física antes do início das aulas também pode ajudar, já que exercícios ajudam na liberação da serotonina, um hormônio que ajuda no aumento da concentração. Os pais também podem ajudar ficando atentos ao ambiente: cadeiras e mesas adequadas impedem problemas posturais e eventuais dores ou desconfortos físicos. Além disso, manter organizado o cantinho onde as aulas virtuais acontecem também ajuda as crianças a ficarem mais atentas e concentradas.

Outra dica interessante é conversar com as crianças sobre a rotina do dia seguinte: quais serão os assuntos das aulas, que tarefas serão realizadas, se há lição de casa que deve ser apresentada. Ajudar as crianças – principalmente as menores – a se sentirem seguras sobre o que acontecerá na aula vai certamente tirar delas um “peso”, permitindo que se concentrem melhor. Para crianças muito pequenas, vale até mesmo sugerir o uso de uniforme, para delimitar quando é o momento de “estar em aula” e quando é a hora do lazer.

Além disso, já é comprovado cientificamente que a meditação auxilia na melhora dos níveis de concentração. Fazer desta uma atividade em família pode ser uma forma lúdica e leve de incentivar crianças e adolescentes a se engajarem na atividade e, naturalmente, melhorarem sua concentração no ambiente virtual.

No e-book gratuito “Meditação Para Crianças” você encontra várias atividades para implementar em casa. Download gratuito: https://conteudo.mindkids.net/meditacao-para-criancas

Como o professor pode ajudar? 

Já com a aula no ar, é a vez do professor ajudar a criar condições para que os alunos se mantenham concentrados.   Para começar, vale mostrar a todos quais são as atividades previstas para aquele dia. Assim, ao saber o que está programado e entender que o professor saberá conduzir essa agenda de atividades, o aluno desenvolve uma confiança que permite que ele se concentre em uma tarefa de cada vez – exatamente o ponto que faz com que a criança pequena que concentre na sua brincadeira.

Propor que apenas uma atividade seja feita por vez e permitir o tempo necessário para sua execução  – sem mudar o foco de atenção de uma atividade para outra ou apressá-la – também pode ser determinante para que os alunos estejam calmos e concentrados. Isto melhora a produtividade e diminui a ansiedade.

Conduzir práticas de mindfulness para que os alunos façam juntos, durante a aula, também é válido. É possível até mesmo investir em práticas de atenção ao movimento. Outra dica é inserir atividades manuais, sempre que possível. Elas ajudam os alunos a ficarem mais atentos aos detalhes, algo que também contribui com a concentração.

Estimular a interatividade durante a aula também é fundamental: incentive a participação dos seus alunos em jogos de perguntas e respostas. E, de maneira lúdica, proponha quizzes entre uma e outra explicação mais densa, para distensionar.

Além disso, professor, programe pausas regulares durante a aula, e não tenha medo de adiantá-las se perceber que a concentração está indo embora – ou atrasá-las se a classe estiver bem focada em uma atividade.

Outra estratégia interessante é abordar abertamente sobre a questão da concentração com os alunos, deixando que eles falem abertamente sobre aquilo que estão sentindo, suas dificuldades e ansiedades. Ter um momento da aula dedicado a isso pode ser muito positivo.

No e-book gratuito “Mindfulness para Foco & Atenção” você encontra várias atividades para realizar com seus alunos. Download gratuito: https://conteudo.mindkids.net/mindfulness-para-foco-e-atencao

Veja 5 sugestões para aumentar a concentração dos filhos nas aulas online

  1. Ajude seu filho a ter uma boa noite de sono;
  2. Acorde-o com antecedência e cuide para que ele tenha uma boa alimentação pela manhã, com um café reforçado;
  3. Estimule a realização de atividades físicas;
  4. Cuide para que o ambiente onde ele terá aulas seja confortável e organizado;
  5. Pratique mindfulness em família.

Veja 5 sugestões para aumentar a concentração dos alunos nas aulas online

  1. Apresente diariamente aos alunos o plano daquela aula;
  2. Proponha a realização de uma atividade por vez; permita que seus alunos finalizem algo antes de iniciar outra tarefa;
  3. Quebre o gelo propondo um quizz lúdico entre um conteúdo mais denso e outro
  4. Converse abertamente com os alunos sobre como eles acham que poderiam melhorar a concentração;
  5. Pratique mindfulness, nem que seja por poucos minutos, durante a aula, com todos os alunos, em grupo.

Gostaria de adotar essa prática em sua escola?
Veja aqui como a MindKids pode te apoiar!