Venha participar do nosso evento.

Evento gratuito!

Blog

Prestar atenção na respiração, brincando e relaxando.

Nesta atividade, vamos usar a atenção para notar as sensações relacionadas à respiração.

Você pode seguir as instruções do texto abaixo ou mostrar o vídeo diretamente para a criança, como preferir.

O que está por trás? A respiração é muito usada na meditação como um “ponto de apoio” para a atenção não ficar vagando por aí. Não porque a respiração tenha algo de “mágico” em si, mas a respiração só acontece no momento presente, e por “não dar para respirar no passado ou no futuro”, é uma boa forma de mantermos a atenção no aqui e agora. Além disso, prestar atenção nos movimentos da respiração nos ajuda a relaxar.

Se você já praticou atenção plena aos sons, retome a atividade perguntando à criança se ela se lembrou de praticar alguma vez. Se sim, conversem sobre como foi. Se a criança não praticou, não tem problema. Se você a praticou, conte a ela onde praticou, o que ouviu, e como você se sentiu depois (curioso, mais atento, relaxado?).

Comece esta sessão sentando-se na posição de meditar, e tocando o sino. Repita a atividade de atenção plena aos sons, faça umas 2 ou 3 vezes, notando o momento em que não se ouve mais o sino. Se você tiver um sino físico, pode convidar a criança a tocá-lo – os pequenos geralmente gostam muito de participar. Se você não praticou a atenção plena aos sons, dê uma olhada na atividade, nesta mesma página, é uma ótima forma de começar!

Converse sobre o que vão praticar hoje: Sabe a mesma atenção que usamos para escutar o sino? Hoje vamos usá-la para prestar atenção em outra coisa! O que será?  Faça algumas respirações mais profundas, bem óbvias mesmo. O que estou fazendo agora? Isso mesmo, respirando. Será que a gente consegue prestar atenção na respiração, desde o momento em que o ar que entra no nariz, passando pela garganta, enchendo os pulmões até sair de novo? Vamos tentar? Toque o sino levemente e deixe uns 20-30 segundos. Como foi? Foi fácil prestar atenção na respiração? Foi difícil? Não tem resposta certa, nem “gabarito” – a pergunta serve para que a criança vá se familiarizando com o “prestar atenção à respiração”. Repita mais uma vez, deixando novamente uns 20 ou 30 segundos.

Agora, diga à criança que chegou o momento dela encontrar “o lugar especial da sua respiração”. Levante a mão e coloque-a sobre o seu próprio abdômen. Peça à criança que faça o mesmo. Faça uma breve sessão com a mão sobre o abdômen sentindo os movimentos provocados pela respiração. Agora, coloque a mão sobre o peito e peça à criança que faça o mesmo. Mais uma sessão curta. Por fim, coloque a mão na frente das narinas e convide a criança a sentir a passagem do ar. Depois dessas 3 curtas sessões, peça que a criança sinta o lugar que gostou mais de sentir a respiração: abdômen, peito ou narinas. Conte a ela o lugar que você mais gostou e peça que ela te conte qual foi o escolhido dela. Pronto! Vocês já sabem qual é o lugar especial de cada um.

Assim como a escuta atenta, a atenção plena à respiração pode ser praticada em qualquer lugar, sem que ninguém perceba. Convide a criança a praticar sempre que ela se lembrar, pode ser enquanto estiver brincando, se tiver nervosa e quiser se acalmar, ou apenas se quiser relaxar, cada um tem suas razões e seus momentos. Diga a ela que você vai praticar também sempre que se lembrar.

Meditem mais uma vez, uns 30 segundos, com a mão sobre o “lugar especial” e toque o sino para encerrar a sessão.

Procurando por algo?

ÚLTIMAS POSTAGENS

Gostaria de adotar essa prática em sua escola?
Veja aqui como a MindKids pode te apoiar!